Domingo, 5 de Dezembro de 2010
Reunião do Clima incentiva uso de lâmpada fluorescente

Além da negociação das medidas para conter o aquecimento global, a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), em Cancún (COP-16), também mostra o que as pessoas, individualmente, podem fazer para reduzir o problema.

 

 

Uma atitude simples e eficiente que se debateu no México é a troca das lâmpadas incandescentes por fluorescentes. No Brasil, a substituição reduziria o consumo de energia em 21,4 terawatts-hora por ano, o equivalente a evitar o uso de seis usinas médias de carvão. Em relação às emissões, significaria tirar, durante um ano, 1 milhão de veículos das estradas.

 

Países como Cuba, Venezuela e Argentina já baniram as lâmpadas incandescentes. No Brasil, há uma proposta de portaria em consulta, porém ela deve entrar em vigor somente em 2012.

 

Outra medida simples - o plantio de árvores perto das casas, por exemplo - ajuda na criação de sombras no verão e de uma barreira contra o vento gelado no inverno. Isso contribui para reduzir o consumo doméstico de energia. Outro ponto que pode fazer grande diferença é não deixar aparelhos em stand-by (quando eles não estão em uso, porém continuam ligados à tomada). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



publicado por adm às 17:10
link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. Reunião do Clima incentiv...

.arquivos

. Abril 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Março 2010

.links
.tags

. todas as tags

.subscrever feeds