Quinta-feira, 24 de Junho de 2010
Lâmpadas "economizadoras"


O termo lâmpadas “economizadoras” já faz parte do nosso vocabulário. É a publicidade a apelar à sua compra, as grandes superfícies comerciais a fazer campanhas promocionais e os meios de comunicação social, numa espécie de “mimetismo mediático” a enfatizar o factor custo... sempre importante para o bolso dos portugueses!

Na realidade, as lâmpadas “economizadoras” são lâmpadas fluorescentes, embora seja habitual chamar-se lâmpada fluorescente à tubular (TL) e lâmpada economizadora à fluorescente compacta (CFL).
A denominação “economizadoras” advém do facto de gastarem menos de 80 por cento de energia proporcionando uma iluminação tão boa como uma lâmpada incandescente convencional, o que permite poupar dinheiro, por consumir menos energia, e ao poupar energia está a preservar o Ambiente.
O único senão é que o custo de compra ainda é substancialmente muito elevado quando comparado com as lâmpadas ditas “normais”, embora seja um investimento rentabilizado se tivermos em conta a sua durabilidade, entre 6 a 15 vezes mais do que as tradicionais.
As lâmpadas tecnologicamente mais eficientes tanto podem ser usadas em casa, para fins domésticos, nas empresas como nas próprias escolas, o importante, em qualquer situação, é escolher o tipo de iluminação mais adequada às tarefas a realizar nesses espaços. Por exemplo, numa sala de aula, que regra geral tem as luzes ligadas mais do que quatro horas por dia, fará todo o sentido a substituição das antigas lâmpadas incandescentes por fluorescentes.
Assim sendo, no momento da compra de uma lâmpada “economizadora”, pense sempre no fim a que se destina, para que possa fazer a escolha mais acertada.
Uma lâmpada fluorescente tubular (TL) necessita de uma armadura (luminária) própria e de um balastro, razão pela qual não é muito usada em locais onde existem grandes preocupações estéticas. É o tipo de lâmpada mais adequada para locais com necessidades de iluminação prolongada, como, cozinhas, escritórios e lojas, pois proporcionam uma boa luz, com pouca potência e baixo consumo energético. Regra geral, têm um período de vida elevado, cerca de 12 000 horas, podendo proporcionar economias de energia até 85 por cento, dependendo do modelo e da potência.
Já a lâmpada fluorescente compacta (CFL) tem a vantagem de ser usada com os tradicionais casquilhos das incandescentes e está recomendada para situações em que se necessita de iluminação contínua por períodos superiores a pelo menos 1 hora, embora actualmente já estejam preparadas para menores períodos de tempo.
Em termos de custo, o preço das fluorescentes compactas varia conforme o tempo de vida das lâmpadas. As CFL de 6 000 horas rondam entre os 4 e os 6 euros, nas de 10 000 horas os preços variam entre os 8 e os 12 euros e nas de 15 000 horas entre os 15 e os 20 euros. Um investimento rentabilizado em menos de dois anos na factura da electricidade, desde que os tempos de utilização sejam superiores a 4 horas diárias.
Por todas estas razões, da próxima vez que se deslocar à drogaria da esquina ou ao supermercado escolha lâmpadas fluorescentes, tubular ou compacta conforme as necessidades. Poupa na factura mensal da electricidade e o Ambiente agradece!
fonte:/www.abcdoambiente.com


publicado por adm às 15:05
link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. Novidade Avant: luminária...

. Trocar lâmpada incandesce...

. Use lâmpadas economizador...

. Philips lança lâmpada con...

. Lâmpadas de LED com Wi-Fi...

. Iluminação adequada pode ...

. Nova lâmpada com LED dura...

. As Vantagens das Lâmpadas...

. O que deve perguntar ante...

. Nova lâmpada dura 40 anos...

. Como escolher a lâmpada m...

. UE proíbe fabrico e impor...

. A lâmpada de Edison vai a...

. Uma lâmpada que gera mais...

. Philips apresenta lâmpada...

. Tecnologia LED tende a cr...

. Empresa cria lâmpada de r...

. Óbidos. Investimento em s...

. Nova Lâmpada LED imita a ...

. Microlâmpadas de plasma s...

.arquivos

. Abril 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Março 2010

.links
.tags

. todas as tags

.subscrever feeds